quarta-feira, 1 de janeiro de 2014

A Boneca Quebrada!

                       
As vezes me sinto uma boneca quebrada. E não culpo ninguém por isso, é uma teoria apenas minha, da minha cabeça fervilhante...
Nós somos educados para querer sempre o melhor, o mais novo, o mais bonito, o mais...perfeito. Da compra do carro ao casamento, mesmo que não sejamos tão perfeitos assim...
Se uma mercadoria vem com defeito de fábrica, Oq a gente faz?Reclama, claro!Você está pagando por aquele produto. Se no pet shop tentarem te doar um cachorro com a patinha quebrada o que você faz??Devolve!
Nem de graça queremos algo com defeito!
Quando éramos crianças o que fazíamos quando ganhávamos um lindo brinquedo?No dia seguinte ele estava "personalizado"!Sim, porque mais interessante que o novo, que o perfeito era a descoberta, o brincar...
Aonde nos perdemos não sei dizer, mas sei que tem muita gente ainda com aqueles olhos de criança, que não olha se um "produto" tem defeito ou não, que olha nos olhos e trata o outro com igualdade, porque não é respeito, respeito todo mundo é obrigado tratar!
E graças a Deus tenho muita gente assim ao lado, que vê o outro com olhos de amor, independente de suas limitações, físicas ou emocionais!
As escolhas de uma pessoa são baseadas no que ela é e sente e não em quem você é...
Então que tal mudar agora enquanto ainda temos tempo?Ver que o outro é uma extensão de si mesmo e que juntos somos muito mais fortes?Ver no outro o que as vezes falta em você e juntos fazer muito mais?
Então se você encontrar "bonecas quebradas" pelo caminho, olhe nos olhos, as vezes ela tem um mundo imenso e colorido para te mostrar, apesar de tudo... 

Que em 2014 sejamos mais humanos!

3 comentários:

ARTES DE KATIAMEL disse...

Perfeita sua descrição...Parabéns por tanta garra e determinação...Já é uma vencedora...

George Lopes disse...

Ótimo texto, Lu, realmente é muito difícil olhar o outro com a mesma indulgência, paciência e carinho com que nos olhamos. No fundo somos todos bonecos quebrados, ñ?

Fabiana disse...

Mas quando você se sentir uma "boneca quebrada" lembre-se da "boneca francesa"...