sábado, 16 de maio de 2009

[.dias da minha mãe.]

Passei o Dia das Mães sem computador, perdí a oportunidade de prestar uma homenagem à todas as Mães do mundo no meu blog.Então resolví prestar essa homenagem hoje porque, sinceramente, Mãe não tem um dia, mas sim, todos os dias.

Mãe de verdade merece ser homenageada todo dia.Especialmente a minha que me deu a vida duas vezes, uma em 79, quando nasci e outra em 95 quando me doou um de seus rins.

Minha mãe é mãe amiga, dessas companheiras de verdade.Que dá conselhos, que me acompanha nas sessões de hemo toda segunda, quarta e sexta.Que luta comigo pelos meus direitos.Que me alerta quando estou errada.E não me deixa na mão...

Eu sei que sem ela não teria chegado até aqui.Quando um médico, em São Paulo, disse aos meus pais que eu não completaria 07 anos de vida, ela foi a primeira a acreditar em mim, e não no médico.Devo mais do que minha vida à ela.

Se todos tiverem a oportunidade de ter uma mãe assim, aproveitem o tempo ao seu lado, cuidem para que ela fique sempre bem, tentem fazê-las felizes.

Mãe é a única que fica do nosso lado, sem cobrar nada em troca.

O único amor verdadeiro é o amor de mãe, os outros são os outros...

Tem uma frase que diz que, como Deus não podia estar em vários lugares ao mesmo tempo, Ele criou as mães.

Então devo isso à Ele...

3 comentários:

Thâmile Vidiz disse...

Mães são mesmo anjos que Deus colocou em nossa vida!
Conheço sua mãe há pouco tempo, mas tempo suficiente pra saber o quanto de amor tem dentro do coração que ela carrega!
Saudades amiga!

Lisandro Nogueira disse...

Lu,
dediquei um poema para você no meu blog.
Lisandro

Lara disse...

Lindo!