sexta-feira, 18 de outubro de 2019

Despois da tempestade...vem o Pilates!

Oiii gente!
Faz bastante tempo que não apareço por aqui. E aconteceram tantas coisas desde a última postagem, que levaria dias para atualizar o blog contando tudo...

Vou fazer um resumo e depois, com calma venho contar maiores detalhes, se alguém perguntar. Ok!?

Eu não estava conseguindo me concentrar durante as sessões de diálise. Nem filmes estava conseguindo me distrair. Quando faltava 30 minutos para terminar eu começava ficar bem ansiosa. Eu dialiso apenas 3:00 por sessão desde 2008!

E como meu coração estava inchado (Sim!Uma das descobertas deste último ano foi uma insuficiência mitral!) resolvemos tentar diminuir a duração das sessões e aumentar a quantidade delas. Passei a fazer apenas 2:30 por sessão, 4 vezes por semana. Incluindo o sábado... (Quem dialisa no sábado é fera, viu!?Tem meu respeito...!) 

Ok, ok!

Tentei fazer isso durante um mês, um infinito mês e óbvio que não deu certo. E uma dor na perna me levou ao diagnóstico de neuropatia, eu teria que tomar uma medicação que, em seus efeitos colaterais incluíam:

  • Nasofaringite;
  • Aumento do apetite e peso;
  • Humor eufórico, confusão, irritabilidade, depressão, desorientação, insônia, diminuição da libido;
  • Tontura, sonolência, ataxia, coordenação anormal, tremores, disartria, amnésia, dificuldade de memória, distúrbios de atenção, parestesia, hipoestesia, sedação, transtorno de equilíbrio, letargia;
  • Visão turva, diplopia;
  • Vômitos, constipação, flatulência, distensão abdominal, boca seca;
  • Espasmo muscular, artralgia, dor lombar, dor nos membros, espasmo cervical;
  • Edema periférico, edema, marcha anormal, quedas, sensação de embriaguez, sensação anormal, fadiga.
  • Fonte: Peb Med
Melhor não, né?!Pelo menos por enquanto...

Tive que "me retirar", ir para o cantinho do pensamento e reprogramar minha rota mais uma vez...

E o que aconteceu foi que tive que buscar métodos para me ajudar passar o tempo na hemo, já que dormir eu não consigo, como a maioria dos colegas, para poder aguentar fazer as 3:00, 3 vezes por semana. Métodos que aliviassem meu stress, ansiedade, medo...

Joguinhos de celular indicados pelos meus sobrinhos estão ajudando muitooooo. Além da Meditação, Chás, Música em casa.

E claro, a vida não é só scrap e hemodiálise!

Depois de um ano tenso, complicado e todos os médicos serem unânimes em relação aos exercícios físicos tive que optar por um, arregaçar as mangas e começar. 

Ah começos, como são difíceis...

Depois de um Mês venho mostrar minha evolução no Pilates, exercício escolhido por mim, por vários motivos: Força, respiração, concentração, equilíbrio...

Estou adorando muito!!Confesso que tenho uma preguiça monstra de ir, mas quando estou lá esqueço todas as dificuldades e barreiras que a vida me impõem...

E quem me conhece pessoalmente sabe a dificuldade que é para mim, enfrentar um quarteirão, exercícios, escadas...

O lugar é uma graça, natureza, gatos, vento nos cabelos, vida...


Instrutora Kênia, que está sendo uma querida só de acreditar que posso fazer Pilates, mesmo que beeeem devagar...


Bom, por isso vos digo amigos renais ou não, encontrem algo que te dê ânimo, alegria, vontade de continuar vivendo porque viver renal não é fácil, (não mesmo!) e tem dias que você vai querer desistir de tudo, mas continuem tentando. Vai valer a pena...

Beijos¨*
Lü Sielskis