sexta-feira, 28 de agosto de 2009

[.a carta.]

A minha querida FAMÍLIA:

Estamos já no mês de dezembro, fim de um dos muitos anos que passamos juntos, Você e Eu, nos quais, na vivência do cotidiano, aprendemos que o que existe de mais importante é estarmos sempre juntos, tanto nas horas alegres como também nas horas tristes, compreendendo e aceitando os erros mútuos, edificando o fortalecimento do corpo, mente e principalmente do espírito, solidificando nosso pensamento em uma só maneira de pensar, para que a nossa unidade seja repassada e absorvida pelos nossos filhos, que são a mais sublime e amada extensão do nosso EU.
Fim de ano, momento em que pensamos no que fizemos e no que não fizemos. Pensamos ainda no que queríamos ter feito. Fizemos o que era preciso fazer, não fizemos o que não era necessário e o que queríamos ter feito em 1994 e não conseguimos, faremos em 1995, tenho certeza, pois contamos um com o outro, e com nossos filhos para vencermos todas as dificuldades que se impuserem a nossa frente no futuro.
Cristiano, Fabiana, Luciana, Ludmila e João Vitor desejamos-lhes um feliz Natal e um próspero ano novo.

Max e Sônia / Dez 94.

Nenhum comentário: