domingo, 12 de abril de 2009

[Transplante - o Dom da Vida]

Por Dráuzio Varella.

Por 6 meses, dois brasileiros gravaram diários na fila de espera por doação

O médico Drauzio Varella retorna ao programa Fantástico neste domingo (12), na Globo, à frente de nova uma série. O quadro “Transplante, o Dom da Vida” acompanhará a história de um homem e uma mulher que estão na fila de espera para receber, respectivamente, um novo coração e um transplante de pulmão. Durante seis meses, os dois gravaram um diário utilizando câmeras do programa. A série busca dar espaço tanto para o ponto de vista dos pacientes, quanto o de suas famílias e do médico.

Além da participação de ambos pacientes, Varella trabalhou no tema por mais de um ano e realizou viagens ao exterior para registrar como funciona o sistema de transplantes em diferentes países. O médico e a equipe do Fantástico estiveram na Espanha, onde o governo conseguiu reformular de forma bem-sucedida o processo de atendimento aos pacientes que precisam de doações. Nos Estados Unidos, eles foram a Cleveland, afim de mostrar tecnologias de ponta desta área da medicina. Recordista em números de transplantes no mundo, a China é outro país que faz parte do roteiro do programa. Lá, Varella e um cinegrafista acompanharam um transplante de fígado intervivos - o primeiro gravado por uma televisão no local.

Em São Paulo, estado que mais realiza transplantes, uma pesquisa local apurou que 70% das pessoas abordadas dizem que são doadoras de órgãos. No novo quadro, Varella procura debater os motivos pelos quais os pacientes ainda enfrentam filas de espera e por que o país registra uma média de 40 mil mortes por ano por falta de órgãos.
do site globo.com


...Podiam ter me filmado também,
..à espera de um rim!
.Estaremos de olho, por que esta reportagem é Fantástica!!

Um comentário:

Celia Correa disse...

Querida Luciana fiquei muito emocionada com seu testemunho, vc é uma grande mulher e uma guerreira!!
Me chamo Célia e sou uma renal Crônica, mas hoje transplantada há 7 anos.
Sou mãe de 7 filhos, todos antes de perder os rins, mas não foi nada fácil, tive que deixa-los na casa de parentes para seguir o tratamento, mas 2 anos depois todos voltaram pra mim de novo, sou muito grata por Deus ter me abençoado, obrigado por seu testemunho!!!