sexta-feira, 18 de outubro de 2013

Vida ReNal: Perguntas frequentes!!

Ontem fui renovar meu processo para conseguir medicamentos de alto custo, na Central de Medicamentos Juarez Barbosa. Eles mudaram de endereço e ficou ótimo. O atendimento melhorou demais e com essa história dos medicamentos irem direto para as clinicas, o caos de gente que era, desapareceu, pelo menos hoje. Sem contar que era mesmo um desgaste para os paciente que tinham que buscar seus medicamentos! Agora só precisamos ir até lá para renovar e os medicamentos são entregues para as clínicas onde dialisamos!!Adorei...
Aí aproveitei para pesquisar algumas dúvidas frequentes dos pacientes e seus familiares, que foram respondidas de forma clara e objetiva neste post:
foto tirada na Central de Medicamentos Juarez Barbosa!

Porque temos que tomar tantos medicamentos? 
Muitos medicamentos que o Paciente Renal precisa tomar, resulta do fato do Rim não funcionar mais. São elas:

Vitamina D
O Rim produz vitamina D que é necessária para absorver o cálcio e para manter os ossos em bom estado. No Insuficiente Renal como o rim não produz vitamina D, é necessário que este a tome sob a forma de comprimidos (Rocaltrol) ou injecções (Calcijex).

A maior parte das pessoas são carentes em Vitamina D, por uma baixa exposição ao sol, que estimula a sua produção. Assim, é natural que o seu médico lhe prescreva alguma forma de Vitamina D para repor esta deficiência. E não esqueça, sempre que possível exponha-se ao sol por períodos de alguns minutos por dia.

Vitamina B e Ácido Fólico
Estas vitaminas são perdidas na Diálise e podem ser fornecidas aos doentes no fim da Diálise ou em comprimidos tomados em casa.

Eritropoietina
O Rim também produz um hormônio (a Eritropoietina ) que é responsável por estimular a medula do osso a produzir glóbulos vermelhos. Quando o Rim deixa de funcionar o Paciente Renal torna-se anêmico. Para melhorar a anemia ele deve receber no fim da diálise a Eritropoietina.

Cálcio
O cálcio é menos absorvido pelos Renais, e portanto são necessárias doses mais altas para se manter o cálcio no sangue. O cálcio também é utilizado para impedir a absorção de fósforo, já que no estômago e intestino o Cálcio liga-se ao Fósforo e impede a sua absorção.

Sevelamer (Renagel) e Hidróxido de Alumínio (Pepsamar)
O fósforo dos alimentos é excretado pelos rins. No Renal este Fósforo acumula-se no sangue e muitas vezes é necessário tomar medicamentos (Pepsamar) para impedir que o fósforo entre no sangue. Atualmente este medicamente é raramente prescrito, havendo outras alternativas, como o Renagel, ou outros que naturalmente vão sendo desenvolvidos.

Medicamentos para a Pressão Arterial
O rim é um órgão importante para manter a pressão arterial normal. É por isso que a maioria dos doentes renais têm pressão alta, e muitos precisam tomar medicamentos para controlá-la Mas a maioria dos pacientes são capazes de controlar a sua pressão arterial se fizer uma dieta pobre em sal, e ajustar devidamente o seu peso seco.
Existem algumas formas de diálise que controlam melhor a pressão e por isso protegem melhor o coração, que são  diálises mais frequentes (4,5 ou 6 vezes por semana) ou diálise longa duração.

Deve-se ou não comer na Diálise?
Antigamente era frequente ver  o Paciente Renal comer grandes quantidades de alimentos na Diálise, de preferência alimentos que eram proibidos ou muito restrito no dia a dia. Este hábito passou de geração em geração, e ainda é comum ver pessoas abusarem de grande quantidade de comida na Diálise.
Mais isto é errado, não se deve comer muito na Diálise!!
Atualmente o Renal tem uma dieta mais variada, e pode comer quase tudo desde que saiba o que comer, pois sua dieta é mais variada que no passado.

Porque é que não se deve comer muito na Diálise?
Na Diálise há uma menor quantidade de sangue que vai para o estômago e intestino, e por isso uma digestão mais difícil e prolongada. Se por exemplo, uma pessoa comer na Diálise alimentos muito ricos em Potássio porque pensa que a Diálise depois "limpa" o Potássio, está enganado. A digestão vai ser prolongada, e a pessoa pode terminar a Diálise e continuar com grandes quantidades de Potássio no intestino que vão ser absorvidas e poderão pôr em perigo a sua vida.
Além disto, depois de uma refeição há geralmente um queda da pressão arterial. Se juntarmos a Diálise, que por si só é fonte de pressão baixa, com uma boa refeição, podemos ter uma queda de pressão e vômitos, que são sempre desagradáveis e em muitos pessoas podem ser perigosas.Principalmente para os renais que costumam ter quedas de pressão na Diálise, eles não devem comer muito durante a sessão.

Comer muito na Diálise não tem benefícios conhecidos e pode trazer complicações.

Conselhos para comer na Diálise
Coma de preferência antes da Diálise ou após a Diálise. Se comer durante a diálise, tente comer pouco e de preferência comer alimentos sem açúcar e alimentos ricos em proteínas. Por exemplo, um bife com pão. Evitar doces, bolos e qualquer alimento rico em açúcar.

Deve evitar comer muitos alimentos ricos em Potássio. Se comer fruta, coma pouca e de preferência depois de comer outro alimento (por exemplo pão com bife). Estes alimentos ricos em potássio devem ser ingeridos no inicio da Diálise.
Contabilize os líquidos que ingere, isto é, adicione-os ao peso a ser retirado durante a diálise.

A melhor atitude é comer apenas uma pão com um pequeno copo de liquido, no meio da Diálise.

Porque se dá tanta importância à pressão arterial?
A Hipertensão é o inimigo nº1 do renal em diálise. Valores altos de pressão arterial trazem consequências graves principalmente ao coração.
No caso contrário, quando a pressão está muito baixa podemos ter problemas com o funcionamento da Fístula. Portanto é preciso uma atenção especial à medicação. O valor ideal para a pressão  arterial é abaixo dos 14/9.

Fístula, o que fazer?
O braço da Fístula merece um cuidado especial. Ele deve ser poupado de esforços e ao uso de roupas apertadas ou relógio. Ele deve ser objeto de cuidados de limpeza mais atentos, antes e após Diálise.O local de picada deve variar tanto quanto possível para evitar enfraquecimento da parede da veia.

fonte de pesquisa: Centro Dial

Lü Sielskis

Nenhum comentário: